Cookie Consent by Free Privacy Policy website Zoologia | Insetos e Miriápodes Pular para o conteúdo principal

Zoologia | Insetos e Miriápodes

Os insetos e miriápodes são representantes do grupo dos Artrópodes. Os insetos são, certamente, o grupo mais diversificado dos artrópodes, ocupado os mais diversos tipos de ecossistemas aquáticos e terrestres. Caso você não tenha visto o artigo sobre os artrópodes, recomendo que pare agora e faça a leitura clicando aqui. Lá você encontrará características importantes para entender o que são e como é o seu modo de vida.

Neste artigo abordaremos características importantes para definir os dois grupos de artrópodes, Insetos e Miriápodes. Desta forma, não perderemos tempo ressaltando características que já foram descritas no link deixado acima. Sendo assim, comecemos pelos insetos.

INSECTA

Os insetos são organismos Hemimetábolos ou Holometábolos facilmente identificados entre os artrópodes, possuindo um corpo dividido em três partes: Cabeça, Tórax e Abdômen. A cabeça está repleta de estruturas sensoriais e sempre irá conter um par de antenas e um par de Olhos Compostos. Alguns indivíduos podem possuir, ainda, olhos simples.

Não esqueçamos do aparelho bucal que, à depender o modo de vida da espécie, pode possuir funcionalidades variadas. Existe, ainda, uma grande diversidade de tipos de antenas, pernas e asas, mas deixarei esse conteúdo para um outro artigo.


Figura 1 - Anatomia externa de formigas.
(Fonte: https://bit.ly/2CJ64rF).

O tórax sempre possui três pares de pernas, podendo conter asas que, quando estão presentes, são sempre dois pares. O abdômen de formigas, em especial, esta dividido em duas partes, o Pecíolo e o Gáster (Figura 1).

Alguns insetos possuem na porção final dos seus abdômens um ferrão, estrutura responsável pela inoculação de veneno em suas presas. O ferrão evoluiu a partir do Ovipositor de formas ancestrais e, por isso, essa estrutura está presente apenas nas fêmeas.

CHILOPODA E DIPLOPODA

Os miriápodes, representados pelas centopeias e embuás, possuem um formato corporal bem distinto. O corpo deles esta dividido em Cabeça e Tronco, este último formado por vários segmentos. Na cabeça existem olhos compostos e um par de antenas. No tronco existem vários pares de pernas, sempre um par por segmento, para os quilópodes, e dois pares por segmento, para os diplópodes.


Figura 2 - Anatomia externa de um diplópode.
(Fonte: https://bit.ly/2D7sCDn).

As centopeias, representantes dos Chilopoda, possuem um par de de ferrões logo depois da cabeça. São estruturas que evoluíram a partir de modificações no primeiro par de pernas.


Figura 3 - Anatomia externa de um quilópode.
(Fonte: https://bit.ly/2ad4U8u).

Desta forma, temos aqui apresentadas as características básicas de três grupos de artrópodes. Se esse artigo lhe auxiliou de alguma forma, deixe seu LIKE e COMPARTILHE com seus amigos. Espero ter ajudado. Um grande abraço e bons estudos!


Referências

RUPPERT, E.E; BARNER, R. D. Zoologia dos Invertebrados. 6ª Ed. São Paulo: Roca, 1996.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fisiologia | Sistema Reprodutor Feminino

Diferentemente do aparelho genitourinário masculino, o sistema feminino é destinado exclusivamente para a reprodução, pois a uretra feminina conduz apenas urina, ou seja, é uma estrutura do sistema urinário. Um canal independente é utilizado para a cópula e para a saída do feto durante o parto, o canal vaginal. Contudo, vamos iniciar nossos estudos com a anatomia externa do órgão reprodutivo feminino e, em seguida, passaremos para os órgãos internos. Na anatomia externa do sistema reprodutivo feminino, encontramos a vulva ou pudendo feminino. Esta estrutura corresponde à zona erógena do aparelho feminino, sendo formada por uma grande dobra de pele, os grandes lábios ou lábios maiores. Essa dobra de pele recobre as demais estruturas externas. Logo abaixo do grandes lábios, encontra-se uma segunda dobra de pele, os pequenos lábios ou lábios menores. No topo dos pequenos lábios é possível visualizar o clitóris, área erógena de grande sensibilidade. Os pequenos lábios recobrem a

Fisiologia | Sistema Reprodutor Masculino

O sistema reprodutor masculino ou aparelho geniturinário, é assim denominado por ser compartilhado entre dois sistemas, o genital e o excretor ou urinário. Contudo, abordaremos a porção reprodutiva neste momento. Essa porção é composta pelo pênis e o escroto, externamente, e por órgãos internos como a próstata, testículos e ductos seminais. O pênis é o órgão de cópula, possuindo em sua extremidade uma porção dilatada, a glande. No interior do pênis existem três responsáveis pela ereção, dois corpos cavernosos, localizados lateralmente e, na porção mediana, o corpo esponjoso. Este último está posicionado ao redor da uretra. Com o estímulo sexual, os três corpos se enchem com sangue, promovendo assim, a ereção do pênis. O corpo esponjoso se estende na extremidade do pênis, formando a glande. Essa região possui grande sensibilidade à estimulação sexual e está protegida por uma camada de pele denominada prepúcio. Em algumas situações, o prepúcio é muito estreito para a passagem da

Zoologia | Morfologia de Insetos

Os insetos possuem uma grande variedade de estruturas corporais que se reflete em um incrível diversificação de formas e tamanhos. Neste artigo, abordaremos essa diversidade, expondo alguns dos tipos e funcionamentos dos aparelhos bucais, tipos de antenas, asas e pernas. Figura 1 - Anatomia externa da cabeça de um inseto. (Fonte: https://bit.ly/2OgnQow). Comecemos nossa descrição com os tipos de aparelhos bucais dos insetos, os quais são formados por uma série de estruturas denominadas Apêndices Bucais que possuem sensoriais e mecânicas relacionadas à alimentação. Tipos de aparelho bucal Mastigador - Possui mandíbulas, estruturas adaptadas ao corte e que podem ser superdesenvolvidas (Figura 1). Figura 2 - Aparelho bucal sugador labial não-pungitivo (A) e pungitivo (B). (Fonte: https://bit.ly/2qfgOXv). Sugador - Possui uma Probóscide, tubo formado pela união de duas peças maxilares modificadas. Esse aparelho pode ser Não-pungitivo (Figur